Banco de dados: Oracle, SQL Server ou DB2?

Independente do tipo de negócio que sua empresa possua é fato que ela não pode viver sem algum tipo de banco de dados. Conceitualmente um banco de dados é um conjunto de arquivos relacionados entre si com registros. Dados de clientes, transações, estoque, enfim… tudo o que é informação relevante aos negócios de uma empresa deve ser armazenado em um DB (abreviação para o termo). O conceito de database começou a popularizar-se na década de 70 e sua tecnologia foi evoluindo com a história da computação e sistemas. Hoje, como padrão de mercado, utilizam-se mais os bancos nas tecnologias Oracle, SQL Server ou DB2.

Em se tratando de DB, seja ele mais simplório ou complexo e estruturado dentro de um ERP, plataforma Totvs etc é necessário entender sua importância para os negócios. Ele é tão vital quanto a tecnologia de hardware que as empresas utilizam. Consegue imaginar um e-commerce que não está com controle de estoque? Uma empresa que está sem seu controle de funcionários funcionando? Uma fábrica sem controle exato do que está saindo da produção? Pois bem, todas essas operações e muitas outras envolvem o armazenamento de dados.

Quando se fala de informações tão vitais para o dia a dia de uma empresa e seus negócios é imprescindível pensar que a área de TI das organizações cuida devidamente desses dados. Porém, seja pelas demandas da área de tecnologia, seja por ausência de infraestrutura ou desconhecimento dos impactos da perda ou vazamento de dados importantes, muitas empresas acabam por não dar a devida importância para o cuidado preventivo, manutenção e diagnóstico de seus DBs.

Do ponto de vista de melhores práticas hoje o cenário ideal quando se fala em banco de dados é a empresa contar com um profissional dedicado a cuidar dessas informações e saber servir as áreas de forma estratégica de acordo com suas necessidades. Esse gestor de banco de dados (DBA) deve contar com um parceiro capaz de garantir que a operação de dia a dia, estrutura e manutenção das informações ocorra da melhor maneira. Em casos mais extremos, esse parceiro deve também avisar riscos, melhorias a ser tomadas ou realizar processos como tuning para melhorar a performance e acesso às informações contidas no banco.

Hoje a InfraDB atua com seus clientes como uma empresa estratégica na gestão, manutenção e diagnóstico de bancos de dados  Oracle, SQL Server ou DB2. Com mais de 30 Terabytes sendo gerenciados em mais de 60 bancos de dados, principalmente Oracle e SQL, a empresa já conta com mais de 500 casos de sucesso desde mais simplórios passando por migrações, atualizações e casos de tuning.