ERP para pequenas e médias empresas

É fato que contar com um sistema de ERP ajuda a gestão de uma organização, porém ainda existe muita dúvida por parte dos empreendedores de pequenas e médias empresas se faz sentido ou se cabe no bolso deles contar com um software integrado de gestão empresarial para gerenciar suas operações. É um conhecido consenso para pequenas empresas e pequenos negócios que “o Totvs / Microsiga Protheus é muito caro”.

O ponto porém é que não é possível gerenciar nenhum tipo de negócio sem unificar todas suas pontas por meio de um sistema que garanta que as operações e processos ocorram de forma coordenada e permitam controle fiscal, operacional e para fins de gestão e auditoria. Desde um mercado de bairro, a uma loja pequena ou fábrica, todos possuem necessidades de controle, gestão, relatórios e mensuração. Principalmente no Brasil, ano a ano, as empresas de menor porte crescem sua participação no mercado e passam a empregar mais pessoas e movimentar a economia. No ano de 2013, por exemplo, esse segmento representou  mais 40% do PIB do país e 53% dos empregos.

Se ainda há dúvidas sobre a importância de se considerar um sistema de gestão para empresas de pequeno porte, a pesquisa realizada pela consultoria norte americana Mint Jutras em 2011 e posteriormente publicada pela SAP que investigou metas e os desafios da implementação de ERP nos pequenos negócios, mostra que a implantação desse sistema, ainda que inicialmente “pesado”, traz grandes benefícios a médio e longo prazos às PMEs (pequenas e médias empresas):

  • 100% de retorno sobre o investimento, com redução dos gastos, nos primeiros 1 ou 2 anos de implementação de um produto ERP. Este foi o resultado para 87% dos entrevistados.
  • Melhoria de 23% a 29% em várias medidas, como entregas completas e no prazo, retenção de clientes, tempos de ciclo (na distribuição e fabricação) e produção.
  • Aumento de 28% na rentabilidade em comparação com o ano anterior.

Entretanto é super importante que a empresa esteja bem assessorada em sua migração para um sistema com tal robustez e complexidade. Hoje há soluções no mercado para atender o público de PMEs, tanto softwares proprietários criados por desenvolvedores, como soluções amplamente conhecidas e utilizadas no mercado como o Protheus. Parceiros como a InfraDB podem contribuir desde o desenho da solução, especificação e compra de equipamentos até o desempenho do papel do gestor de TI de empresas com estruturas mais enxutas, auxiliando na gestão de tecnologia sem a necessidade de um investimento muito alto e ainda assim garantindo excelência nas operações.